Quem somos

O Viveiro Flora do Cerrado é um viveiro educador mantido pela Associação dos Amigos das Florestas – AAF, em parceria com a Associação dos Produtores do Núcleo Rural Lago Oeste – Asproeste.


No viveiro são produzidas mudas de espécies nativas do Cerrado a serem utilizadas na recuperação e embelezamento de áreas desmatadas ou degradadas, visando trazer de volta a vegetação nativa do Cerrado, propiciando ainda a percepção ambiental e estimulando a prática da educação ambiental, sensibilizando principalmente a comunidade que vive no Núcleo Rural Lago Oeste para a formação de reservas legais.


A existência do Viveiro incentiva também a formação de viveiros familiares para a produção de mudas de espécies nativas do Cerrado, bem como a criação e manutenção de hortas e jardins nas propriedades rurais, como forma de geração de renda, inclusão social de trabalhadores rurais  e manutenção da boa qualidade de vida na região.

O que são Viveiros Educadores?

São espaços em que, além de se produzir-se mudas, desenvolve-se também processos que buscam ampliar as possibilidades de construção de conhecimento e tragam em seu bojo a reflexão crítica sobre questões relevantes para a Educação Ambiental como: responsabilidade socioambiental, segurança alimentar, inclusão social, geração de renda, ética, solidariedade, recuperação de áreas degradadas entre outras possibilidades.

Um viveiro florestal pode ser uma simples fábrica de mudas, produzindo milhares de mudas que podem ser metodicamente plantadas, sem estabelecer nenhum tipo de reflexão acerca da complexidade envolvida no plantio de árvores e sua importância no contexto local e global. No entanto, ao refletir-se intencionalmente sobre a forma como o ser humano tem se relacionado com a natureza, as causas e efeitos dos problemas socioambientais vividos, assim como as possibilidades de enfrentamento, a produção de mudas passa a ter outro significado, mais profundo e complexo. Desde que conduzido de forma pedagógica e questionadora, o viveiro pode estimular o surgimento de novas iniciativas que complementem e fortaleçam os processos de Educação Ambiental desenvolvidos em todo o país.

Todavia, antes de desempenhar seu potencial educador, esses espaços tem uma função produtiva. “Podemos caracterizar um viveiro florestal como um espaço estruturado, com características próprias, destinado à produção, proteção e manejo de mudas até que tenham idade e tamanho suficientes para resistirem às condições adversas do meio e terem um crescimento satisfatório quando plantadas em definitivo” (PAIVA, 2000). “São espaços organizados para a germinação e reprodução de espécies vegetais em condições adequadas, segundo as exigências e necessidades essenciais e específicas de cada espécie” (MMA).

Para saber mais
Viveiros Educadores Plantando Vida - MMA